"Rocket - Rodando no limite" é o primeiro livro, de trilogia a ser escrita pelo autor Alex Bessa

Alex Bessa é natural de Coimbra Portugal, sendo licenciado em Sistemas Integrados de Gestão pelo Instituto Politécnico sediado na mesma cidade que o viu nascer.

Desde muito cedo aos 9 anos, demostrou interesse pela escrita criativa principalmente quando ouvia dos seus avôs e dos anciões da região fascinastes histórias e contos populares.

Transpondo essas narrativas em conjunto com as sua imaginação para as composição que tinha de apresentar na escola. Começavam os primeiros passos no trajeto do caminho pela odisseia da literatura.

Aos 23 anos opta em criar pequenas histórias principalmente no universo da ficção cientifica, inspiradas sobretudo pelo mundo do cinema sci-fi e de alguns escritores de referência dentro do mesmo género, (Bruce Sterling “ Schismatrix”, Philip K. Dick “ O homem do Castelo Alto” ,Stephen King “ A Metade Sombria “, Ursula K. Le Guin “ A Mão Esquerda das Trevas “ e Neal Asher “ A Guerra da Evolução. Em 2011 decide apresentar a várias editoras Portuguesas o seu primeiro manuscrito intitulado, Sector V – O Mundo Pró-Evolutivo, que viria a ser publicado pela Chiado Editora em 2013.

É sobretudo referenciado neste primeiro livro da trilogia de como a perseverança e determinação da condição humana, tornarem possível a transposição a inúmeros obstáculos, por forma a concretizar-se inúmeros feitos que ficam cristalizados na linha do tempo da consciência coletiva.”

Boa Leitura!

 

Escritor Alex Bessa é um prazer contarmos com a sua participação na Revista Divulga Escritor, conte-nos o que o inspirou a escrever “Rocket – Rodando no limite”?

Alex Bessa - O prazer é inteiramente da minha parte. Surgiu por coincidência enquanto pesquisava alguns vídeos no famoso Youtube, apenas na procura de algum entretenimento e me deparo com uma breve entrevista do lendário piloto Brasileiro de Fórmula 1 Ayrton Senna. Este evidenciava uma enorme indignação sobre o facto de os carros da F1 estarem a ser equipados com sofisticada tecnologia, deixando para segundo plano as capacidades inatas do piloto. Aquilo mexeu um pouco comigo porque não é apenas na alta competição que se constata essa realidade, mas no dia à dia onde inúmeras profissões começam a ficar em risco de extinção, pelo desbravado avanço tecnológico. A tecnologia é fundamental sobretudo para o ser humano ter mais tempo para sim mesmo e não chegar ao ponto de perder a integridade e parte da sua existência para uns meros cifrões.

  

Quando iniciou a escrita do livro já sabia que se tratava do primeiro de uma trilogia, ou a necessidade de dividir o enredo em 3 volumes veio depois do inicio de escrita do livro?

Alex Bessa - Tratou-se mais pelo aspeto de estender a história devido a determinadas mutações em certas personagens durante o decorrer dos acontecimento da ação da narrativa. Nunca pensei que o universo literário de todo o enredo da história fosse tão vasto, encadeando-se e segmentando-se por entre outros pequenos episódios paralelos. Seria impossível criar esta trilogia se todos esses elementos não estivessem alinhados de forma a constituir um suporte à ação encadeada.

 

De que forma está dividido o enredo entre os três volumes que compõe a trilogia a ser apresentada ao leitor?

Alex Bessa - O primeiro volume evidência as origens de como tudo se inicia para a personagem principal e como esta quase não entra sobre uma espiral de negativismo e autodestruição Por sua vez no segundo volume à o reajustamento a uma situação adversa de contexto para alguns protagonistas principais, que no final serão preponderantes no desfecho da segunda parte da trilogia. Ao terceiro volume emerge uma personagem surpresa que de alguma forma vai ser decisiva em mudar os previsíveis contornos dos acontecimentos na perspetiva do leitor.

 

Conte-nos sobre o primeiro livro da trilogia “Rocket – Rodando no limite”

Alex Bessa - É sobretudo referenciado neste primeiro livro da trilogia de como a perseverança e determinação da condição humana, tornarem possível a transposição a inúmeros obstáculos, por forma a concretizar-se inúmeros feitos que ficam cristalizados na linha do tempo da consciência coletiva.

 

Quais os principais desafios para construção dos principais personagens que compõe o livro?

Alex Bessa - Foi complicado tentar recriar por si mesmo todas as personagens,(Risos). Como a história se passa num futuro um pouco distante para nós, foi dificil integrar o cenário ou o contexto com personagens que fossem o mais terrenas possíveis, de maneira a podermos-nos indentificar um pouco com estas. Na criação de personagens convincentes para o leitor é fundamental para o escritor recolher algumas informações, principalmente de vivência veridicas do quatidiano ou ele mesmo já as ter presenciado.

 

O que mais o atrai em “Rocket”?

Alex Bessa - Principalmente a luta interna que o ser humano tem de travar consigo mesmo antes de ir para o campo de batalha nas adversidades do dia-a-dia. Porque o existir é ser diferente na maneira de pensar, o ter uma perceção mais tridimensional, ao invés de um plano transversal e em duas dimensões que removem por completo a empatia e compaixão humana. Em Rocket verifica-se que tudo o que os intervenientes adquirem não levam como simples gratidão, mas sim como algo que deve ser apreciado até ao último suspiro do momento. A própria história da humanidade nos mostra de que a roda da evolução apenas se move se existir uma linha de pensamento alternativa, que potencialize o surgimento de uma sinergia envolvente em tudo e a todos sobre o bem estar comum.

 

Onde podemos comprar o seu livro?

Alex Bessa - O Livro está disponível nos vários canais de distribuição pertencentes à vasta rede da Amazon, em formato ebook e capa mole.

 

Qual o tipo de textos que gostas de ler?

Alex Bessa - Sobretudo policiais e sci fi são os meus textos de eleição, mas também tenho sempre algum tempo para adquirir alguns best sellers do género fantástico da atualidade.

 

O que mais o encanta na leitura destes tipos de textos?

Alex Bessa - A ação e o suspense acima de tudo, onde o desfecho final inesperado das histórias deixam sempre algo intrigante sobre a nossa linha de pensamento.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Alex Bessa. Agradecemos sua participação na Revista Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Alex Bessa -Que estejam preparados para levar com fortes empolgantes emoções e atirados para um universo onde as garras da curiosidade pelo que se irá suceder no próximo capítulo, estarem sempre fixadas na sua imaginação. E um enorme obrigado aos que já compraram o primeiro volume da trilogia, porque são pessoas como eles que possibilitam a minha dedicação e entusiasmo em continuar a escrever.

 

Site do autor

http://www.alexbessa.com/

 

 

 

Divulga Escritor unindo Você ao Mundo através da Literatura

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

Contato

smccomunicacao@hotmail.com

Vídeo em Destaque

linkedin

Livraria em destaque

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance