Abandono - por Alves dos Santos

Ama-me

Imploram os meus olhos mal te encontram

 

Ama-me

Fantasio acordado num constante sonhar contigo

 

Ama-me

Desejo de Homem que esconde um sorriso de menino

 

Ama-me

Com esses olhos teus que nunca se cansam de me olhar

 

Por ti abandono tudo!

Abandono esta falsa segurança

na qual escondo o meu sentir

Abandono este porto seguro

aonde desde o princípio dos tempos espero por ti

 

Por ti enfrento tudo!

Enfrento os monstros que vivem em mim

sempre prontos para erguer entraves

Enfrento as dúvidas que habitam em ti

ressoando medos sem razão de ser

 

Juntos

Enfrentamos este Mundo

Sempre tão pronto a julgar e condenar

 

Juntos

Enfrentamos este e o outro Mundo

E ninguém nos pára

E ninguém nos separa

 

E na nossa união encontramos o nosso lar

De onde transborda vida

Em forma de sentimentos que criámos nós mesmos

Intensos, descomedidos, vorazes, perfeitos…

 

Copyright © 2017 Alves dos Santos
Todos os direitos reservados

 

 

 

 

Contato

smccomunicacao@hotmail.com

Vídeo em Destaque

linkedin

Livraria em destaque

Editoras - Portugal

Editoras - Brasil

 

 

 

 

 

Portal Literário - Um Mundo literário ao seu alcance